A crise financeira internacional não deverá trazer grandes reflexos para o setor de mineração no País, avaliou ontem o presidente do Instituto Brasileiro de Mineração, Paulo Camillo Penna. A principal aposta é que a forte demanda chinesa pelo minério de ferro não será afetada de forma significativa.

Para ele, "globalmente", a indústria da mineração "está atravessando, quase ilesa, a retração de crédito gerada pela crise do subprime".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.