guerra comercial - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Minc: recurso contra usina de Jirau é guerra comercial

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, afirmou hoje que o advogado dos ambientalistas que entraram com liminar contra a construção da usina hidrelétrica de Jirau, no complexo do Rio Madeira, em Rondônia, é o mesmo que assessora a Odebrecht, empresa que teria interesse na suspensão das obras. Descobrimos que o advogado dos ambientalistas é o mesmo da Odebrecht, afirmou Minc.

Agência Estado |

Ele classificou como "uma guerra comercial" a iniciativa de ambientalistas de impedir a construção da usina de Jirau. Ontem à noite, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região suspendeu a liminar da 3ª Vara Federal de Rondônia, que paralisava a execução das obras iniciais da usina hidrelétrica. "É uma guerra pesada entre dois grandes consórcios. Que briguem à vontade. Mas o que não pode é prejudicar o Brasil e o meio ambiente. Ambientalistas não podem ser manobrados por interesses comerciais", disse.

O consórcio Energia Sustentável do Brasil (Enersus) informou que as obras da hidrelétrica de Jirau já foram retomadas na manhã de hoje. Isso não significa, porém, que os trabalhos seguirão sem novas preocupações. O Fórum Brasileiro de ONGs e Movimentos Sociais para o Meio Ambiente e o Desenvolvimento, autor do pedido de liminar que suspendia a licença ambiental em Rondônia, já avisou que deverá recorrer ainda hoje ao TRF para suspender novamente a obra. "Deveremos recorrer ao TRF hoje à tarde", disse o secretário-executivo do Fórum, Ivan Marcelo Neves.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG