Tamanho do texto

Nova York, 1 out (EFE) - A General Electric (GE) anunciou hoje que o multimilionário Warren Buffett investirá US$ 3 bilhões na empresa, e que, além disso, oferecerá ao resto do público outros US$ 12 bilhões em ações próprias. A notícia ajudou a conter as quedas registradas pelos papéis da General Electric nos primeiros negócios das bolsas de Nova York, onde chegaram a abaixar até US$ 23, a partir dos US$ 25,5 aos quais fecharam na terça-feira. Duas horas antes do fechamento de Wall Street, as ações da companhia caíam 3,45%, até US$ 24,6 cada. Em comunicado, Buffett defendeu que a GE -cujo valor de mercado ronda os US$ 235 bilhões, após haver caído cerca de 34% neste ano - é o símbolo empresarial americano no mundo e afirmou estar convencido de que continuará tendo sucesso nos próximos anos. O presidente e executivo-chefe da companhia, Jeff Immelt, explicou que o entorno econômico continua sendo volátil, mas a atividade da firma segue cumprindo as metas de lucro fixadas na semana passada para o conjunto do ano. Buffett realizará seu investimento através da firma Berkshire Hathaway, assim como fez na semana passada com a compra de ações do banco de investimento Goldman Sachs no valor de US$ 5 bilhões. Além de aproveitar as oportunidades que surgem com a queda dos preços, o conhecido investidor americano parece ter se decidido, segundo analistas, a resgatar empresas-chave da economia nacional para promovê-las e tentar, assim, contribuir à supera...

"O Goldman Sachs é uma instituição excepcional", afirmou Buffett, ao anunciar seu compromisso de obter ações preferenciais do que já foi um dos maiores bancos de investimento do mundo.

A intenção da General Electric, como já fez o Goldman Sachs, é tentar aproveitar a confiança demonstrada por Buffett para captar a de outros investidores e aumentar, assim, seu capital para os próximos meses. EFE mgl/db