Os futuros do milho desabaram ontem na Bolsa de Chicago (CBOT). Posição mais negociada, o contrato para entrega em março encerrou o pregão cotado a US$ 3,4875/bushel, com desvalorização de 4,65%.

Os preços refletiram a atmosfera de pessimismo que derrubou praticamente todos os mercados de commodities e ações.

A fraca demanda internacional, os problemas enfrentados pela indústria do etanol nos Estados Unidos e a escassez de novidades em relação a fundamentos abriram espaço para a queda.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.