Os preços do milho tiveram forte queda na Bolsa de Chicago (CBOT), ontem. Posição mais negociada, o contrato com vencimento em março fechou com desvalorização de 2,24%, cotado a US$ 3,7050/bushel.

A queda de outras commodities diante do pessimismo em relação à economia mundial pesou sobre o grão.

Enquanto isso, a previsão de chuvas na Argentina, onde a estiagem ameaça a nova safra de grãos, abriu espaço para o recuo. Segundo analistas, faltam fundamentos capazes de sustentar as cotações do milho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.