Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Microsoft aposta em Windows Mobile 6.5 para ganhar mercado

San Francisco, 16 fev (EFE).- A Microsoft, que ocupa o terceiro lugar mundial em software para telefones celulares, espera avançar com o lançamento do Windows Mobile 6.

EFE |

5, que inclui uma gama de aplicativos semelhante ao da Apple, além de ampliar sua operação na América Latina, incluindo MSN Messenger em móveis.

Tom Bailey, diretor de Mobile Communication Business da Microsoft, contou à Agência Efe sobre a versão mais recente deste sistema operacional, que será apresentado pelo executivo-chefe da firma, Steve Ballmer, no World Mobile Congress, principal feira mundial de telefonia celular que começa hoje em Barcelona.

"Com o Windows Mobile 6.5, estamos em boa forma para estender nossa fração de mercado e nossa base de usuários", disse Bailey, acrescentando que "temos que usar a fortaleza que possuímos no setor empresarial".

Na frente da Microsoft, nesta parcela de mercado, estão Symbian, que opera quase todos os smartphones da Nokia e RIM, fabricante do BlackBerry.

Os especialistas acham que a Microsoft se concentrou demais nos clientes corporativos, enquanto seus concorrentes lançaram cada vez mais aplicações para todo tipo de consumidores e o uso pessoal dos "smartphones" se popularizou.

Segundo Bailey, o Windows Mobile 6.5 incluirá um serviço chamado My Phone, que permitirá aos usuários armazenarem mais facilmente os contatos, calendários e fotos arquivados e transferi-los a outro celular se mudarem de aparelho, o perdem ou forem roubados.

"Este serviço será gratuito e estará disponível imediatamente para os usuários das versões anteriores do Windows Mobile", acrescentou.

Ele resumiu, entretanto, que a principal característica da nova versão do sistema operacional é sua capacidade de "se integrar melhor PC e telefone".

Além disso, Bailey adiantou que a Microsoft anunciará, durante a feira de Barcelona, acordos de colaboração com operadores de telefonia na América Latina, incluindo a Telefónica, para estender os serviços do Microsoft Live.

"Mais de 500 milhões de pessoas usam algum tipo de serviço do Microsoft Live, como Hotmail, Messenger, mas nos demos conta de que não há muitos que os usam em seu telefone celular", explicou o diretor.

Estes acordos levarão estes serviços a 20 países da América Latina e a mais de 300 milhões de clientes, disse.

"Estamos muito satisfeitos com nossa evolução na América Latina", assinalou Bailey, acrescentando que a Windows Mobile aumentou seus negócios em 160% na região durante o ano passado. EFE pg/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG