A fabricante francesa de pneus Michelin anuncia hoje um investimento de cerca de US$ 200 milhões para a construção da sua quarta fábrica no Rio, em Itatiaia, no sul do Estado. A unidade vai produzir pneus para veículos de passeio.

A cerimônia será realizada no Palácio Laranjeiras, com a presença do governador Sérgio Cabral e do presidente da Michelin para a América do Sul, Luiz Fernando Beraldi.

A Michelin já conta com uma unidade de produção em Itatiaia. As outras duas fábricas no Rio estão localizadas em Resende, também no sul do Estado, e no bairro de Campo Grande, na capital fluminense.Essa última fábrica foi inaugurada em fevereiro do ano passado, após investimentos de US$ 200 milhões. Naquela ocasião, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou da cerimônia de inauguração.

A fábrica de Campo Grande produz pneus de grande porte para máquinas de mineração e terraplenagem. Os pneus podem chegar a 3 metros de altura e pesar 1,5 tonelada. A capacidade de produção dessa unidade é de 400 mil toneladas por ano, com 400 empregos diretos.

Apesar de anunciar uma nova fábrica, a empresa vem sofrendo os efeitos da crise financeira global, por causa da queda de produção das montadoras. Com isso, as maiores fabricantes de veículos anunciaram recentemente férias coletivas para seus funcionários. A Michelin também teve de suspender temporariamente sua produção.

Em dezembro, a Michelin anunciou férias coletivas de 20 dias para 3 mil funcionários em suas três fábricas no Rio. Os trabalhadores pararam do dia 15 de dezembro até 5 de janeiro. Na época, a empresa francesa informou que a medida foi tomada para ajustar sua produção à redução de demanda.

De acordo com a Michelin, as férias coletivas foram concedidas para funcionários que tinham horas acumuladas no banco de horas e para os que queriam 20 dias de férias no final de ano, mas que não tinham horas acumuladas para isso.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.