Depois de aumento histórico para trabalhadores das autopeças, Sindicato começa a negociar com as montadoras

selo

Em assembleia realizada hoje, os metalúrgicos do ABC aprovaram reajuste salarial de 9%, segundo informações do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. A entidade afirma que o porcentual foi negociado com as bancadas patronais dos grupos de autopeças; trefilação, laminação, refrigeração; e fundição. Ainda de acordo com o Sindicato, esse é o maior aumento real conquistado pela categoria na última década e representa o dobro da inflação acumulada no período, estimada em 4,4%.

Na assembleia deste sábado, realizada em frente à sede do Sindicato, também foi aprovada que, a partir da próxima quarta-feira, os metalúrgicos farão mobilizações nas montadoras e nos Grupo 2 (máquinas, aparelhos elétricos e eletrônicos) e Grupo 10 (serralheria, lâmpadas e prensas). Os profissionais dessas áreas estão em negociação. No próximo sábado, dia 11, o Sindicato fará nova assembleia para avaliar as propostas.

Segundo o Sindicato, sua base envolve 101,4 mil trabalhadores. Desse total, 33 mil trabalham nas cinco montadoras (Volkswagen, Mercedes-Benz, Ford, Scania e Toyota) de São Bernardo do Campo e mais de 35 mil nas indústrias de autopeças.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.