Cerca de 1.500 metalúrgicos de São Paulo estão concentrados na manhã de hoje na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na Avenida Paulista, onde fazem uma manifestação pela redução da jornada de trabalho sem diminiuição salarial.

Cerca de 1.500 metalúrgicos de São Paulo estão concentrados na manhã de hoje na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na Avenida Paulista, onde fazem uma manifestação pela redução da jornada de trabalho sem diminiuição salarial. <p><p>Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), os trabalhadores e dois carros de som, que saíram em passeata de diferentes lugares da cidade, chegaram ao local por volta das 11 horas e ocupam os dois sentidos da Paulista. Após a entrega da pauta de reivindicação para a diretoria da Fiesp, cerca de 50 manifestantes devem se revezar 24 horas em um acampamento montado no local. <p><p>O protesto está sendo organizado pelas centrais sindicais e deve reunir 20 mil trabalhadores e dirigentes sindicais de diversas categorias em frente à Fiesp. O motorista deve trafegar pela Alameda Santos, Rua São Carlos do Pinhal e avenidas Nove de Julho e Vinte e Três de Maio.
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.