Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mesmo após socorro, setor financeiro caiu em NY na sexta

SÃO PAULO - Embora as preocupações com o setor bancário internacional tenham persistido mesmo após o anúncio de ajuda de US$ 400 bilhões ao Citigroup e ao Bank of America na quinta-feira à noite - levando as autoridades britânicas a preparar um novo pacote para as instituições locais -, os investidores preferiram aproveitar as ofertas nas bolsas americanas, que caíram fortemente na semana passada. Na Europa, os mercados também fecharam em alta na sexta-feira.

Valor Online |

Nesta segunda-feira, as bolsas não abrem nos EUA pelo feriado de Martin Luther King.

Na sexta, o Dow Jones fechou com aumento de 0,84%, para 8.281 pontos. O Standard & Poor´s 500 avançou 0,76%, para 850 pontos. O eletrônico Nasdaq fechou com 1.529 pontos, em alta de 1,16%.

As bolsas chegaram a abrir com alta relevante, repercutindo o pacote de ajuda aos grandes bancos americanos. Esse movimento cedeu ao longo do dia, justificado pela preocupação dos agentes com os prejuízos trimestrais dessas mesmas instituições.

Ainda assim, os índices conseguiram fechar no azul, movidos principalmente por alguns preços baixos. As ações da Intel subiram 3,39% (US$ 13,74), após a empresa anunciar que o lucro pode melhorar neste trimestre.

Os papéis do Bank of America voltaram a tombar 14,06% (US$ 7,15) mesmo com o socorro do governo. O banco reportou prejuízo de US$ 1,79 bilhão no quarto trimestre de 2008. As ações do Citigroup, outro socorrido, caíram mais 9,33% (US$ 3,50), devido ao prejuízo de US$ 8,29 bilhões no mesmo período.

Na Europa, o índice FTSEurofirst 300 subiu 1,17%, para 805 pontos, após sete quedas seguidas e uma semana sombria, que trouxe de volta os temores sobre a saúde financeira dos bancos. O indicador caiu 7,1% na semana.

Os papéis ligados a commodities figuraram entre os destaques de alta na sexta, com os da Xstrata subindo 6,6%, da Total avançando 1,8% e da Rio Tinto tendo alta de 7,5%. Já as ações do setor bancário subiram na abertura do pregão, mas caíram no fim da tarde. Os bancos irlandeses também foram afetados após o país ter nacionalizado o Anglo Irish Bank, em meio a temores de que a instituição entrasse em colapso.

Em Londres, o índice Financial Times fechou a semana em alta de 0,63%, a 4.147 pontos. Na Alemanha, o índice DAX avançou 0,68%, para 4.366 pontos. Já em Paris, o CAC-40 subiu 0,70%, terminando o pregão em 3.016 pontos.

(Valor Econômico)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG