Tamanho do texto

SÃO PAULO - Ainda sofrendo com os efeitos da crise de crédito, o banco de investimento de norte-americano Merrill Lynch registrou um prejuízo de US$ 4,654 bilhões no segundo trimestre deste ano, ante lucro liquido de US$ 2,139 bilhões apurado em igual período do ano passado.

Em meio ao que chamou de ambiente desafiador do mercado, o Merrill Lynch registrou perdas contábeis de US$ 3,5 bilhões relacionadas com o valor de mercado de ABS CDOs (que são títulos relacionados a hipotecas de alto risco) e US$ 2,9 bilhões por conta da perda da efetividade de operações de hedge (proteção) que a instituição havia feito com seguradoras de títulos de crédito como MBIA e Ambac, que também passam por problemas financeiros.

O Merrill Lynch perdeu ainda US$ 1,7 bilhão com investimento de portfolio em bancos nos EUA e mais US$ 1,3 bilhão por conta de algumas exposições a hipotecas residenciais.

Diante de tantas perdas apuradas, a receita da instituição, líquida de despesas com juros, foi negativa em US$ 2,116 bilhões no segundo trimestre, ante resultado positivo de US$ 9,459 bilhões obtido em entre abril e junho do ano passado.

Sem contar estas baixas contábeis, a receita da instituição teria sido de US$ 7,5 bilhões no segundo trimestre, ainda assim uma baixa de 21% sobre resultado equivalente obtido no mesmo período de 2007.

Como estratégia para fortalecer sua liquidez e base de capital diante das bilionárias baixas contábeis, o Merrill Lynch confirmou as notícias divulgadas ontem por jornais sobre a venda da fatia de 20% que o banco possui na Bloomberg, para a própria controladora da Bloomberg. O negócio foi fechado por US$ 4,425 bilhões e será financiado pela Merrill Lynch.

Ainda para reforçar o capital o banco informou que venderá o controle da sua subsidiária integral Financial Data Services (FDS), que estaria avaliada em mais de US$ 3,5 bilhões. A FDS presta serviços administrativos relacionados a fundos mútuos, produtos de bancos de varejo e private banking.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.