LONDRES - O banco americano Merrill Lynch alertou o Governo americano sobre as incorreções contábeis de seu rival Lehman Brothers meses antes que este quebrasse em 2008, informa nesta sexta-feira o jornal britânico Financial Times.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237561851086&_c_=MiGComponente_C

Funcionários do Merrill Lynch asseguraram à publicação que informaram ao Federal Reserve (Fed, banco central americano) e à comissão de valores mobiliários dos Estados Unidos que o Lehman Brothers estava calculando erroneamente sua posição de liquidez.

Essas advertências foram especialmente significativas depois da publicação do relatório do auditor do Lehman Brothers, Anton Valukas, segundo o qual esse banco tinha manipulado o balanço antes da quebra.

Segundo fontes do Merrill Lynch, as principais entidades reguladoras foram advertidas sobre esse tipo de práticas incorretas em março de 2008.

"Começamos então a receber ligações dos investidores em nossa dívida, e como não nos acreditávamos nos números do Lehman, falamos com os reguladores", disse um ex-funcionário do Merrill Lynch.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.