Berlim, 10 nov (EFE).- A chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou hoje que o grupo americano General Motors (GM) deverá pagar com seu próprio dinheiro o custo principal do saneamento de sua filial europeia Opel.

Mas a chefe do Governo alemão destacou também a disposição das autoridades de Berlim e dos quatro estados federados que têm fábricas das Opel de fornecer ajuda para a reestruturação da Opel.

Além disso, Merkel disse estar à espera de que a GM apresente um conceito e um plano de futuro sólidos para o fabricante europeu.

As autoridades alemãs esperam que a GM devolva antes do fim deste mês o crédito ponte de entre 800 e 900 milhões de euros que a Opel recebeu do Governo alemão para assegurar sua sobrevivência enquanto seu futuro era decidido. EFE jcb-rz/pd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.