Tamanho do texto

A chefe de governo alemã, Angela Merkel, estimou neste sábado que cada país deve assumir suas responsabilidades a nível nacional para enfrentar a crise bancária, sem prejudicar os interesses dos outros Estados europeus, após o término da cúpula de Paris para discutir a crise financeira.

"Cada país deve assumir suas responsabilidades a nível nacional", declarou Merkel, em uma entrevista coletiva conjunta com líderes da Grã-Bretanha, França e Itália.

A chefe de governo alemã, no entanto, considerou que os planos de resgate decididos por cada país devem respeitar as regras de competência leal entre os bancos europeus.

Ela declarou "não estar satisfeita" com a iniciativa do governo irlandês, que concedeu garantias aos grandes bancos do país.

"Já pedimos à Comissão Européia e ao Banco Central Europeu que tentem dialogar com a Irlanda. É importante atuar de forma equilibrada e não causar prejuízos entre países; são necessários passos que respeitem a competição", argumentou.

aue/ap