Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Merkel apóia proposta de Sarkozy de elevar fundos de emergência da UE

Berlim, 31 out (EFE) - A chanceler alemã, Angela Merkel, respalda a proposta do presidente francês, Nicolas Sarkozy, de aumentar os fundos de emergência da União Européia (UE) para o resgate de países com problemas de liquidez.

EFE |

O porta-voz do Governo Ulrich Wilhelm afirmou que Merkel apoiará Sarkozy na cúpula extraordinária de sexta-feira, na qual o presidente de turno da UE quer propor a elevação dos fundos de emergência de 12 bilhões a 20 bilhões de euros.

A idéia surgiu em decorrência da recente operação de resgate para a Hungria, ameaçada pela quebra, que obteve da UE, do Banco Mundial (BM) e do Fundo Monetário Internacional (FMI) um total de 20 bilhões de euros para poder efetuar seus pagamentos.

A Comissão Européia (CE) propôs inclusive elevar estes fundos a 25 bilhões de euros para qualquer dos 12 países-membro que não fazem parte da zona do euro.

Em uma resolução de 2002, a UE concordou em criar um mecanismo de ajuda que estabelece que todo país-membro pode pedir auxílio se tem problemas de liquidez.

Para isso, a CE pode adquirir, segundo o regulamento em vigor, empréstimos no mercado de capitais por um máximo de 12 bilhões de euros. EFE ih/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG