Nova York, 22 out (EFE).- A farmacêutica americana Merck anunciou hoje que lucrou US$ 1,09 bilhões (US$ 0,51 por ação) no terceiro trimestre deste ano, 28% a menos do que entre julho e setembro de 2007, quando seu lucro líquido foi de US$ 1,52 bilhões (US$ 0,70 por título), e que cortará 12% de seus empregados.

O faturamento bruto da Merck no terceiro trimestre deste ano foi de US$ 5,94 bilhões, 2% menor do que entre julho e setembro de 2007, quando vendeu o equivalente a US$ 6,07 bilhões.

No acumulado dos nove primeiros meses de 2008, a farmacêutica ainda mantém crescimento de 26% em seu lucro, em relação ao período de janeiro a setembro de 2007.

Em 2008, até setembro, a Merck ganhou US$ 6,16 bilhões (US$ 2,86 por ação), contra US$ 4,9 bilhões (US$ 2,24 por título) de lucro líquido que teve nos nove primeiros meses de 2007.

A companhia, com sede em Whitehouse Station (Nova Jersey), registrou, nos nove primeiros meses do ano, faturamento bruto de US$ 17,81 bilhões, uma queda de 1% em relação aos US$ 17,95 bilhões que faturou entre janeiro e setembro de 2007.

Quanto às demissões, a Merck precisou que 40% dos cortes serão nos Estados Unidos. Até o final de setembro, a empresa registrava 56.700 trabalhadores.

A farmacêutica assinalou que, para o conjunto do ano fiscal de 2008, espera que seu lucro por ação fique entre US$ 3,28 e US$ 3,32, de acordo com as expectativas dos analistas de Wall Street.

As ações da Merck caíam US$ 0,68 (2,27%), chegando a US$ 29,29 no meio do pregão na Bolsa de Nova York. EFE bj/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.