Tamanho do texto

O clássicos táxis londrinos, produzidos há 60 anos pela LTI, poderão ser substituídos pelo Mercedes-Benz Vito. Isso porque uma nova versão do modelo alemão atende às rígidas condições impostas pelo órgão de transporte britânico.

Entre as especificações, os "cabs" devem ter diâmetro de giro de apenas 7,6 metros, o que permite fazer conversões em locais apertados. Como comparação, o hatch nacional Fiat Palio, por exemplo, tem 9,8 m.

Entre as vantagens do Vito estão as portas laterais com acionamento elétrico e a capacidade para levar até seis pessoas. Os míticos táxis feitos pela LTI têm apenas cinco lugares.

Além disso, de acordo com a Mercedes, o Vito é mais econômico e polui menos.