Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Mercedes investirá R$ 1,5 bi em São Bernardo

A Mercedes-Benz anunciou hoje investimentos de R$ 1,5 bilhão para os próximos três anos com o objetivo de aumentar a capacidade de produção de caminhões, ônibus e componentes na fábrica de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. O anúncio formal será feito no final da tarde de hoje ao governador José Serra pelo presidente da montadora, Gero Herrmann, no Palácio dos Bandeirantes.

Agência Estado |

Com o novo aporte, a previsão é de que a produção diária seja elevada em 25%. Já no início de 2009, a Mercedes-Benz estará cumprindo a primeira etapa desse crescimento. "O anúncio de hoje reafirma claramente nosso comprometimento com o País", diz em nota o presidente da Mercedes-Benz do Brasil.

A empresa informa que os recursos também serão utilizados na modernização de processos produtivos, na melhoria do sistema de logística e na elevação do índice de nacionalização de produtos. Atualmente, a unidade está trabalhando próxima à sua capacidade máxima de produção. "Dessa forma, o aumento de vendas somente poderá ser atendido com a eliminação dos gargalos de produção e a expansão das operações de manufatura", informa. A medida tem por objetivo atender tanto a alta demanda por veículos comerciais da Mercedes-Benz no Brasil como no mercado externo.

Com o intuito de acompanhar o aumento na capacidade de produção na unidade de São Bernardo, a Mercedes-Benz também irá ampliar o quadro de funcionários que, atualmente, possui mais de 12 mil colaboradores. A definição do número de novas contratações está em fase de planejamento.

No acumulado de janeiro a julho deste ano, a empresa comercializou 22.778 caminhões no mercado brasileiro, atingindo 31% de participação. A empresa também liderou as vendas em 2007, encerrando o ano com 31.166 caminhões vendidos e garantindo 31% de participação.

Entre janeiro e julho deste ano, foram comercializadas 9.211 ônibus no mercado brasileiro, o que representa 50% de participação. Durante o ano de 2007, a Mercedes-Benz registrou um volume de vendas superior a 12.600 unidades, mantendo-se na liderança com 52% de participação.

A Mercedes-Benz do Brasil também é grande exportadora. Seus produtos são vendidos para mais de 50 países. Entre os principais mercados estão Argentina, Chile, Peru, Egito, Nigéria, África do Sul e Jordânia. No ano passado, a montadora exportou cerca de 9.700 caminhões e 9.400 ônibus.

A unidade de São Bernardo do Campo produz caminhões e ônibus há mais de 50 anos. A empresa superou o marco de mais de 1,6 milhão de unidades produzidas desde 1956, ano em que iniciou suas atividades no Brasil. Este é um volume inédito entre os fabricantes de veículos comerciais no País.

Mercado

Herrmann disse hoje que a decisão de ampliar a capacidade de produção da fábrica é resultado de uma grande expectativa de aumento do mercado automotivo no Brasil. Hermann esteve reunido com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Palácio do Planalto, e ao final do encontro disse que a unidade de São Bernardo do Campo vai passar a produzir entre 310 e 350 unidades de ônibus e caminhões por dia.

O secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Ivan Ramalho, disse que o acordo automotivo do Mercosul vem propiciando que o Brasil atraia cada vez mais investimentos. Segundo ele, a importação de autopeças no último ano foi de US$ 10 bilhões e o Brasil deve ganhar novos investimentos no setor (de autopeças) nos próximos anos. Ramalho disse ainda que a integração com o Mercosul faz com que as empresas se sintam estimuladas a investirem no Brasil.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG