Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Volátil, Ibovespa volta para o campo negativo pelo 5º pregão seguido

SÃO PAULO - Com uma trajetória volátil ao longo do pregão, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) voltou para o campo negativo, depois se suas "blue chips" perderem força. Próximo das 15h55, o Ibovespa recuava 0,12%, aos 65.712 pontos, com volume financeiro negociado de R$ 3,8 bilhões.

Valor Online |

SÃO PAULO - Com uma trajetória volátil ao longo do pregão, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) voltou para o campo negativo, depois se suas "blue chips" perderem força. Próximo das 15h55, o Ibovespa recuava 0,12%, aos 65.712 pontos, com volume financeiro negociado de R$ 3,8 bilhões. Este é o quinto dia seguido de baixa do mercado. Com esse desempenho, o Ibovespa já acumula perda de 3,5% na semana. Em Wall Street, no mesmo horário, enquanto o índice Dow Jones cedia 0,55%, o Nasdaq perdia 0,90% e o S & P 500 se desvalorizava em 0,60%. Diante de uma agenda mais fraca de indicadores e da ausência de notícias positivas, os investidores mantêm uma postura cautelosa nos negócios. Segundo o analista da XP Investimentos, Rossano Oltramari, os agentes aproveitam para promover um ajuste em suas carteiras. "É um momento de oportunidade para entrar na Bolsa", pontuou. No front corporativo, entre as "blue chips", Petrobras PN cedia 0,21%, a R$ 27,44, enquanto as ações PNA da Vale subiam 0,37%, a R$ 42,54. Além disso, os papéis ON da OGX Petróleo avançavam 2,56%, a R$ 18,76. Há pouco, as principais altas do Ibovespa partiam dos papéis Telemar ON (3,24%, a R$ 30,51) e PN (2,77%, a R$ 25,58), e das ações ON da LLX Logística (2,89%, a R$ 9,60). Já as maiores quedas vinham dos papéis Tim Participações ON (-2,62%, a R$ 7,43), Natura ON (-2,73%, a R$ 41,97) e Cyrela ON (-3,62%, a R$ 21,78). (Beatriz Cutait | Valor)

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG