SÃO PAULO - Diante da ausência de notícias e de indicadores econômicos de peso, os mercados acionários têm um pregão morno, com volatilidade, mas com margem estreita de oscilação. No Brasil, apesar da alta das "blue chips", a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) segue enfraquecida e pressionada principalmente pelos papéis dos setores de construção e siderurgia. Próximo das 16h15, o Ibovespa caía 0,16%, aos 69.113 pontos, com volume negociado de R$ 5,414 bilhões.

SÃO PAULO - Diante da ausência de notícias e de indicadores econômicos de peso, os mercados acionários têm um pregão morno, com volatilidade, mas com margem estreita de oscilação. No Brasil, apesar da alta das "blue chips", a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) segue enfraquecida e pressionada principalmente pelos papéis dos setores de construção e siderurgia. Próximo das 16h15, o Ibovespa caía 0,16%, aos 69.113 pontos, com volume negociado de R$ 5,414 bilhões. Em Wall Street, no mesmo horário, o índice Dow Jones se desvalorizava em 0,23%, o Nasdaq caía 0,28% e o S&P 500 tinha baixa de 0,30%. "O dia não tem indicadores relevantes e o mercado está no zero a zero, com certa realização de lucros", apontou o economista-chefe da LLA Investimentos, Sérgio Manoel Correia. Entre as ações de maior peso sobre o Ibovespa, minutos atrás, Vale PNA subia 0,13%, a R$ 45,96, enquanto Petrobras PN tinha valorização de 1,53%, a R$ 27,11. Nesta quarta-feira está sendo realizada a liquidação financeira da oferta de ações da estatal. Para Correia, o mercado segue ajustando sua carteira após a finalização do processo de capitalização da Petrobras, o que favorece o desempenho dos papéis. Além disso, o Departamento de Energia dos Estados Unidos divulgou hoje que os estoques de petróleo cru do país recuaram em 500 mil barris na semana terminada no dia 24, em relação à anterior, para 357,9 milhões de barris. Na mesma base de comparação, as reservas de gasolina caíram em 3,5 milhões de barris e as de destilados, em 1,3 milhão de barris. Com isso, os níveis desses produtos ficaram em 222,6 milhões de barris e em 173,6 milhões de barris, respectivamente. Entre as principais altas do Ibovespa estavam, há instantes, as ações CCR Rodovias ON (2,55%, a R$ 43,74), Redecard ON (2,44%, a R$ 26,82) e Bradesco PN (1,98%, a R$ 33,34). No rumo contrário, os destaques negativos pertenciam aos papéis Net PN (-2,73%, a R$ 21,69), MRV ON (-2,83%, a R$ 16,13) e PDG Realty ON (-2,97%, a R$ 20,23). Também no vermelho, as ações PN da Gerdau cediam 2,18%, para R$ 22,87, enquanto os papéis ON da BM&FBovespa perdiam 0,96%, a R$ 14,36. Estudo da Economatica mostrou que a integração das bolsas do Peru, Chile e Colômbia criará a segunda maior bolsa da América Latina em termos de valor de mercado. Os três mercados somam US$ 594,8 bilhões, superando, assim, a bolsa do México, com valor de US$ 437 bilhões. O valor de mercado da Bolsa brasileira, como destacou o levantamento, corresponde a US$ 1,373 trilhão. (Beatriz Cutait | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.