Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Vale distribuirá R$ 2,8 bilhões em dividendos aos acionistas

É a segunda parcela da distribuição de lucros. O total de 2010 é de R$ 5 bilhões, ou 10,1% mais que no ano passado

Valor Online |

O Conselho de Administração da Vale aprovou o pagamento de R$ 2,069 bilhões, ou US$ 1,25 bilhão, referentes à segunda parcela de remuneração aos acionistas da companhia em 2010, e de outros R$ 827,7 milhões, ou US$ 500 milhões, correspondentes a remuneração adicional. No total, a segunda parcela de remuneração ao acionista em 2010 será de R$ 2,896 bilhões, equivalentes a R$ 0,555154105 por ação ordinária ou preferencial em circulação.

 

Somando-se a primeira parcela da remuneração mínima, paga a partir de 30 de abril, a distribuição da companhia aos acionistas em 2010 atingirá R$ 5,095 bilhões, ou US$ 3 bilhões, tornando-se a maior remuneração ao acionista paga pela Vale, em valor 10,1% acima da distribuição de 2009.

 

"A remuneração do acionista é compatível com nossa geração de caixa e está em conformidade com a Lei das S/A do Brasil e com a política de remuneração ao acionista da Vale", diz o comunicado divulgado pela mineradora.

 

A segunda parcela de remuneração será feita sob a forma de juros sobre o capital próprio (JCP) e o pagamento será efetuado a partir de 29 de outubro. O pagamento estará sujeito à dedução de imposto de renda na fonte, exceto para os beneficiários imunes e isentos que comprovarem atender às condições legais para a dispensa da retenção. Terão direito à remuneração os investidores que possuírem ações da Vale hoje (14) para os papéis negociados na BM&FBovespa e 19 de outubro para os American Depositary Receipts (ADRs) negociados na New York Stock Exchange (NYSE) e na Euronext Paris.

 

 

Leia tudo sobre: valemineraçãodividendos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG