SÃO PAULO - O Tesouro Nacional vendeu a oferta total de 9,65 milhões de títulos pré e pós-fixados em leilão tradicional realizado no final da manhã

. A operação equivale a R$ 14,265 bilhões e será liquidada financeiramente amanhã cedo. As taxas de rentabilidade dos papéis préfixados de prazos mais curtos recuaram, indicando apetite do mercado pelos papéis. Os títulos préfixados (Letra do Tesouro Nacional e Nota do Tesouro Nacional da série F) foram vendidos pelas seguintes taxas médias de retorno: LTN abril de 2011, a 10,7445% ao ano, ante 11,33% da última operação; a LTN janeiro de 2013 saiu a 11,9270% ao ano, ante 11,97%; a NTN-F com vencimento em janeiro de 2015 saiu a 11,9232% ao ano, contra 11,97% do último leilão; o vencimento janeiro de 2017 foi vendido a 11,8199%, ante 11,82%; e janeiro de 2021, a 11,9248%, contra 11,88% ao ano. A pós-fixada Letra Financeira do Tesouro - com remuneração atrelada à taxa Selic - foi vendida pelo valor nominal para os dois vencimentos oferecidos: março de 2015 e março de 2017. (Angela Bittencourt | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.