Tamanho do texto

SÃO PAULO - O HSBC confirmou hoje que Stuart Gulliver, atual chefe do banco de investimentos da instituição inglesa, assumirá a presidência executiva do grupo no lugar de Michael Geoghegan, que deixará o posto no final do ano. Douglas Flint, atual diretor financeiro do HSBC, foi confirmado como o novo presidente do conselho da instituição, substituindo Stephen Green, que anunciou há duas semanas que será ministro do Comércio britânico a partir de janeiro. A troca no comando do maior grupo bancário britânico é o desfecho de duas semanas turbulentas, envolvendo disputas entre membros do conselho para ganhar mais espaço, após o anúncio da saída de Green. Segundo reportagem publicada ontem pelo Financial Times, a razão para o pedido de demissão de Geoghegan seria a possibilidade de ele não assumir o cargo de presidente do conselho como gostaria. O banco usualmente costuma eleger como presidente do conselho quem está no cargo de presidente executivo global da empresa.

A revolta de Geoghegan, que trabalha há 35 anos no HSBC, começou a partir do momento em que ele notou que essa tradição poderia ser quebrada. (Téo Takar | Valor, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.