Geração de novos negócios deve garantir que o País cumpra a previsão de investimentos para a indústria no ano

A geração de novos negócios em private equity no primeiro semestre deve garantir que o País cumpra com folga a previsão de que a indústria tenha US$ 40 bilhões para investir em empresas no fim do ano.

Segundo o Centro de Estudos em Private Equity (Cepe), da FGV, o Brasil fechou 2009 com US$ 34 bilhões disponíveis para investimentos, número que saltou para US$ 38 bilhões em junho, informou o diretor executivo do Cepe, Cláudio Furtado.

"A meta deve ser cumprida com folga", diz. O especialista afirma também que o Brasil vive um "boom" desde 2004 o "pico" foi registrado em 2008, quando o valor disponível saltou 50%, para US$ 27 bilhões. Mesmo com a crise, houve expansão de 21% em 2009. Um avanço semelhante deve ser registrado este ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.