Tamanho do texto

RIO - A receita de prêmios acumulada pelas seguradoras no Brasil nos cinco primeiros meses do ano atingiu R$ 34,2 bilhões, 19,8% a mais que os R$ 28,5 bilhões acumulados entre janeiro e maio do ano passado. Os dados foram divulgados pela Superintendência de Seguros Privados (Susep) e excluem apenas o seguro saúde, regulado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

RIO - A receita de prêmios acumulada pelas seguradoras no Brasil nos cinco primeiros meses do ano atingiu R$ 34,2 bilhões, 19,8% a mais que os R$ 28,5 bilhões acumulados entre janeiro e maio do ano passado. Os dados foram divulgados pela Superintendência de Seguros Privados (Susep) e excluem apenas o seguro saúde, regulado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Em maio, o mercado nacional somou prêmios de R$ 6,7 bilhões, uma queda de 6,8% frente aos R$ 7,2 bilhões de abril. Na comparação com os R$ 6,1 bilhões de maio do ano passado, o volume de prêmios subiu 9,3%. A taxa média de sinistralidade caiu de 53% entre janeiro e maio do ano passado para 51% nos cinco primeiros meses do ano. Os sinistros retidos somaram R$ 9,4 bilhões, uma alta de 9,9% na comparação com os R$ 8,5 bilhões dos cinco primeiros meses do ano passado. As despesas comerciais, que englobam as comissões dos corretores e as campanhas de vendas, subiram 22,7% entre janeiro e maio, atingindo R$ 4,1 bilhões. (Rafael Rosas | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.