Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Santander e Ativa preveem alta de 0,5 ponto na Selic nesta semana

Santander e Ativa Corretora estão prevendo aumento de 0,5 ponto percentual na taxa básica de juros brasileira em relatórios dessa segunda-feira. As previsões destoam do consenso do mercado, que aponta para a manutenção da Selic nos atuais 8,75%, conforme publicado nesta manhã no Boletim Focus do Banco Central (BC).

Redação Economia |

 

Os economistas do Santander e da Ativa acreditam que o forte ritmo de crescimento da demanda doméstica e as recentes altas da inflação - tanto a corrente como as expectativas -  devem levar o Comitê de Política Monetária (Copom) colegiado do Banco Central (BC) a dar início ao ciclo de alta de juros já esta semana. A aposta é de uma elevação para 9,25%, mesmo patamar de junho do ano passado.
 
Na opinião do Santander, "uma ação se faz necessária", uma vez que dados divulgados recentes reforçam a ideia de que a demanda doméstica está crescendo em ritmo forte o suficiente "para eliminar de forma rápida a ociosidade de fatores produtivos gerada no auge da crise financeira global.

Em seu relatório, os economistas do banco citam as vendas ao varejo, que apresentam tendência de aceleração e o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, que mostrou que a demanda doméstica se expandiu em ritmo superior a 11% ao ano.

Além disso, destacam que poderá haver um descompasso entre demanda e oferta na economia brasileira, o que pode elevar o risco inflacionário.

No mesmo sentido, os economistas da Ativa afirmam que "todos os vetores da atividade econômica estão apontando para cima. Eles destacam variações positivas em indicadores de produção industrial, vendas ao varejo, queda de desemprego e recentes elevações em índices de inflação (ainda que alguns índices tenham sido em parte pressionados por fatores sazonais e exógenos).

"Dessa forma, para haver a ancoragem das expectativas e conter a aceleração dos preços, somado ao tom da última ata, entendemos que a autoridade monetária deve iniciar o ciclo de alta de juros". Para dezembro, a previsão da Ativa é de uma taxa de 12,25%.

Leia mais sobre: Selic

Leia tudo sobre: copomjuroselic

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG