Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Saldo estrangeiro na Bovespa está positivo em R$ 3,33 bilhões no mês

SÃO PAULO - O saldo de atuação do investidor estrangeiro na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) caminha para seu melhor desempenho mensal desde setembro de 2009. Naquele período, o resultado havia ficado positivo em R$ 4,036 bilhões e o Ibovespa havia se valorizado em 8,90%.

Valor Online |

SÃO PAULO - O saldo de atuação do investidor estrangeiro na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) caminha para seu melhor desempenho mensal desde setembro de 2009. Naquele período, o resultado havia ficado positivo em R$ 4,036 bilhões e o Ibovespa havia se valorizado em 8,90%. No acumulado de julho deste calendário, até o dia 29, ou seja, faltando apenas um dia para o fechamento do mês, as compras do não residente no mercado brasileiro superavam as vendas em R$ 3,335 bilhões. O total explica uma parte da alta de 9,88% apurada pelo Ibovespa naquele período. No sentido oposto, os investidores pessoa física e institucional têm reduzido suas posições na Bovespa, com um fluxo negativo de R$ 2,97 bilhões e de R$ 314,2 milhões, respectivamente, no acumulado de julho, até o dia 29. Somente na quinta-feira passada, quando o Ibovespa subiu 0,22%, as compras dos estrangeiros superaram as vendas em R$ 181,5 milhões. E apenas nos últimos nove pregões até o dia 29, o saldo direto do investidor residente no mercado brasileiro ficou positivo em R$ 2,457 bilhões. Em julho, os investidores institucionais continuam com o primeiro lugar na lista de participação na Bovespa, respondendo por 36,21% de todas as compras e vendas no acumulado do período, até o dia 29. Em segundo lugar, aparecem as pessoas físicas, com 27,64%, seguidos de perto pelos estrangeiros, com 27,59%. No acumulado do ano, o saldo do investidor não residente está positivo em R$ 396 milhões na Bovespa. (Beatriz Cutait | Valor)

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG