Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Presidente mundial do HSBC deve renunciar, diz Financial Times

Stuart Gulliver, diretor do banco de investimentos, poderia assumir o cargo

Valor Online |

O executivo-chefe do banco HSBC, Michael Geoghegan, deve renunciar ao cargo no fim deste ano. Segundo o jornal britânico Financial Times, o executivo seria substituído pelo diretor do banco de investimentos do grupo, Stuart Gulliver. A razão para o pedido de demissão de Geoghegan seria a possibilidade de ele não assumir o cargo de presidente do conselho, com gostaria.

O processo de sucessão da instituição tem causado conflitos entre os executivos, desde quando Stephen Green anunciou que abandonaria o cargo para se tornar ministro do comércio. O banco usualmente costumava eleger como presidente do conselho quem está no cargo de presidente executivo global da empresa.

A revolta de Geoghegan começou a partir do momento em que ele recebeu sinais de que essa tradição poderia ser quebrada. A reportagem do jornal britânico afirma ainda que o cargo de presidente do conselho do HSBC deverá ser assumido por Douglas Flint. No início da semana, segundo a publicação, Geoghegan já havia ameaçado renunciar. O HSBC se recusou a comentar a notícia.

 

 

Leia tudo sobre: hsbc

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG