Os contratos futuros de petróleo fecharam no mesmo nível da sexta-feira, em dia marcado por indicadores econômicos divergentes nos EUA: as vendas de imóveis residenciais novos cresceram em junho, mas o índice de atividade industrial do Federal Reserve de Dallas ficou abaixo das previsões

selo

Os contratos futuros de petróleo fecharam no mesmo nível da sexta-feira, em dia marcado por indicadores econômicos divergentes nos EUA: as vendas de imóveis residenciais novos cresceram em junho, mas o índice de atividade industrial do Federal Reserve de Dallas ficou abaixo das previsões. "Os indicadores econômicos estão determinando o comportamento do mercado de ações e os preços do petróleo estão olhando para as Bolsas, porque o cenário é confuso neste momento", comentou Matt Smith, da Summit Energy.

Com a dissipação da tempestade tropical Bonnie durante o fim de semana no Golfo do México e nenhuma nova ameaça nos mapas do Centro Nacional de Furacões dos EUA, o mercado já se prepara para o informe semanal do Departamento de Energia dos EUA sobre o nível dos estoques norte-americanos de petróleo bruto e derivados. Os dados sobre a semana até 23 de julho saem nesta quarta-feira e a previsão preliminar de analistas consultados pela Dow Jones é uma queda de 1,4 milhões de barris nos estoques de petróleo bruto e um crescimento de 600 mil barris nos estoques de gasolina.

Na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos de petróleo com vencimento em setembro fecharam a US$ 78,98 por barril, mesmo nível da sexta-feira. Na Intercontinental Exchange (ICE), os contratos do petróleo Brent para setembro fecharam a US$ 77,50 por barril, em alta de US$ 0,05 (0,06%). As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.