O novo acordo de associação entre o Pão de Açúcar e a Casas Bahia estabeleceu mecanismos alternativos de liquidez às ações em poder da família Klein na Globex, controladora da nova varejista de bens duráveis, a Nova Casas Bahia - resultado da união de Casa Bahia, Ponto Frio e Extra Eletro

O novo acordo de associação entre o Pão de Açúcar e a Casas Bahia estabeleceu mecanismos alternativos de liquidez às ações em poder da família Klein na Globex, controladora da nova varejista de bens duráveis, a Nova Casas Bahia - resultado da união de Casa Bahia, Ponto Frio e Extra Eletro. De acordo com comunicado divulgado hoje, tais mecanismos compreendem a "possibilidade de migração dos sócios da Casas Bahia ao capital social do Grupo Pão de Açúcar e opção de compra das referidas ações pelo próprio Pão de Açúcar, a valor econômico". Isso, caso não haja ao final do prazo original ações em circulação correspondentes a pelo menos 20% do capital social da Globex e os sócios da Casas Bahia tenham alienado porcentual inferior a 23,64% das ações de emissão da controladora da nova varejista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.