Empresa deve crescer pouco no Ibovespa e no volume financeiro da Bolsa

A oferta de ações da Petrobras não deve contribuir para mudar o patamar de negociação da empresa na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), apesar de ter sido a maior capitalização do mundo. Analistas lembram que o volume total da oferta foi grande, mas que a real quantidade de ações a serem negociadas em Bolsa será bem menor.

A contabilização final da operação ainda não foi divulgada, então não é possível saber com exatidão quantas ações cada investidor levou. Mas Petrobras captou R$ 120 bilhões, sem contar a oferta suplementar, que ainda está em aberto. Desse total, o governo afirmou que comprou R$ 74,8 bilhões. E a oferta não prioritária, que incluiu pessoas físicas e grandes aplicadores, como fundos de investimento que participaram do processo de formação de preço da operação, correspondia a apenas 20% do total, ou R$ 24 bilhões.

Logo após a precificação dos papéis, na semana passada, as negociações com a estatal de petróleo dispararam, mas analistas acreditam que o inchaço é momentâneo. Para ajustar contas e carteiras, os investidores transacionaram os papéis acima da média. O preço das ações foi conhecido na quinta-feira e, no dia seguinte, a estatal negociou nada menos que 27% da Bolsa. Na segunda-feira, esse montante subiu para 34%.

Levantamento feito pelo iG com base em números da Economática mostra que a fatia de Petrobras na Bolsa vem crescendo nos últimos dez anos. A outra empresa mais negociada do mercado de ações, Vale, também ampliou sua participação. Mas a média de Petrobras este ano está bem abaixo dos 34% da segunda-feira: fica em torno de 18,19% (ambas as ações, PN e ON).

Volume na Bovespa

Veja a evolução das participações de Petrobras e Vale no giro financeiro da Bolsa (em %, média por ano)

Gerando gráfico...
Economatica

Alexandre Chaia, professor de derivativos e gestão de risco do Insper, acredita numa acomodação desse porcentual mas acima do nível de antes da oferta. Ele lembra que o volume de negócios de uma empresa no mercado acionário não depende apenas do número de transações, mas do preço do papel. Se a cotação de Petrobras subir – o que é esperado por muitos analistas – a participação no volume da Bolsa pode aumentar ainda mais.

Ele também fez um cálculo para a ampliação de fatia da Petrobras no Ibovespa. A contam lembra o professor, é um exercício aproximado, pois as mudanças no índice envolvem várias condições.

A carteira teórica é composta pelas ações que atenderam cumulativamente a alguns critérios, num prazo de doze meses anteriores à formação da cesta. A empresa precisa, por exemplo, estar incluída em uma relação de papéis cujos índices de negociabilidade somados representem 80% do valor acumulado de todos os índices individuais; apresentar participação, em termos de volume, superior a 0,1% do total; e ter sido negociada em mais de 80% do total de pregões do período.

No fechamento da segunda-feira, Petrobras tinha 11,9% de participação no índice. Com a capitalização, passaria para 13,50%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.