A média diária de derivativos financeiros e agropecuários negociados em agosto no segmento BM&F apresentou queda de 14,7% em agosto na comparação com o mês anterior, de acordo com dados divulgados hoje no balanço de operações da Bolsa

selo

A média diária de derivativos financeiros e agropecuários negociados em agosto no segmento BM&F apresentou queda de 14,7% em agosto na comparação com o mês anterior, de acordo com dados divulgados hoje no balanço de operações da Bolsa. No total, foram negociados 53,717 milhões de contratos, com volume financeiro de R$ 3,44 trilhões em agosto, ante 60,110 milhões de contratos e giro de R$ 4,60 trilhões em julho. O número dos contratos em aberto no total do mercado era de 39,756 milhões de posições no final de agosto, ante 32,472 milhões no mês anterior.

Entre os principais derivativos financeiros, o futuro de juro (DI) contabilizou 26 milhões de contratos negociados em agosto, queda de 14,09% na comparação com o mês anterior. O dólar comercial futuro encerrou agosto com 5.730.635 contratos negociados, queda de 6,02%, enquanto o futuro de Ibovespa apresentou 1.545.970 contratos, alta de 15,91%. Os derivativos agropecuários apresentaram crescimento de 50,95% em agosto ante julho, com 296.668 contratos agropecuários futuros e de opções negociados.

As instituições financeiras lideraram a movimentação financeira nos mercados do segmento BM&F em agosto, com participação de 42,05%, ante 41,34% no mês anterior. Na segunda posição ficaram os institucionais, com 29,39% (31,97% em julho). Em seguida, aparecem os investidores estrangeiros, com participação de 22,93% no mês passado, as pessoas físicas (4,16%) e as empresas, com 1,46%.

Em agosto, as negociações realizadas na BM&FBovespa por roteamento de ordens via acesso direto ao mercado (DMA, na sigla em inglês) ao segmento BM&F registraram 17.845.683 contratos negociados, em 2.169.097 negócios. No mês anterior, o número de contratos negociados foi de 17.219.831, em 2.120.874 negócios, de acordo com a bolsa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.