Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Mais de 28 mil trabalhadores fazem greve em SP

Balanço final mostra que 645 agências e 14 centros administrativos foram paralisados

AE |

selo

Mais de 28 mil bancários aderiram à greve da categoria nesta quinta-feira, dia 30, segundo dia de mobilização, segundo dados do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região. O balanço final aponta que 645 agências bancárias e 14 centros administrativos foram paralisados.

A greve por tempo indeterminado foi aprovada em assembleia realizada na noite da terça-feira, dia 28, por mais de dois mil trabalhadores. A categoria rejeitou proposta da Federação dos Bancos (Fenaban) que previa apenas a reposição da inflação (4,29%). Até agora os bancos não retomaram as negociações e nem apresentaram proposta de aumento real, segundo o sindicato.

A categoria com data-base em 1º de setembro quer aumento de 11%, participação nos lucros e resultados (PLR), vale-refeição, vale-alimentação, auxílio-creche e pisos maiores, além de auxílio-educação para todos e melhores condições de saúde.

A próxima assembleia será realiza nesta sexta-feira, dia 1º, na Quadra dos Bancários, a partir das 16h, quando a categoria irá decidir sobre os rumos do movimento.

Leia tudo sobre: ECONOMICOECONOMIA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG