Tamanho do texto

Mercados asiáticos encerram em queda nesta terça-feira, em parte influenciados pela baixa em Nova York

selo

A maioria dos mercados asiáticos encerrou em queda nesta terça-feira, parte deles influenciados pela baixa em Nova York. Não houve negociações na China por ser feriado. 

Em sessão instável, a Bolsa de Hong Kong apresentou ligeira elevação, suficiente para atingir a maior pontuação no ano. As seguradoras chinesas tiveram ganhos por conta das expectativas da IPO da AIA. Já o setor imobiliário sofreu com a realização de lucros. O índice Hang Seng subiu apenas 20,48 pontos, ou 0,09%, e terminou aos 22.639,14 pontos, o maior índice desde 19 de novembro de 2009.

A Bolsa de Taipé, em Taiwan, fechou em queda, com a recente valorização do dólar taiwanês prejudicando as ações de peso pesados exportadores. O índice Taiwan Weighted caiu 0,6%, fechando aos 8.200,43 pontos.

A Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, fechou praticamente estável, pressionada pelas realizações de lucros. O índice Kospi recuou apenas 0,02% e encerrou aos 1.878,94 pontos.

Na Austrália, o índice S&P/ASX 200 da Bolsa de Sydney chegou a cair para a menor pontuação em dois dias por causa das perdas de ontem nas bolsas de Nova York, mas a decisão do Reserve Bank of Australia (RBA, banco central) de manter a taxa básica de juros ajudou o mercado a se recuperar e ter perda de apenas 0,4%, terminado aos 4.606,9 pontos.

Nas Filipinas, as realizações de lucros levaram o índice PSE da Bolsa de Manila a um recuo de 0,4%, fechando aos 4.171,87 pontos.

A Bolsa de Cingapura teve ligeira alta, marcando nova maior alta em 28 meses, depois de passar a maior parte da sessão no terreno negativo, com investidores esperando mais sinais econômicos sobre o estado da recuperação global. A alta foi suportada pelo forte desempenho dos mercados regionais e um crescente otimismo entre os investidores sobre a retomada econômica global. O índice Straits Times subiu 0,2% e fechou aos 3.162,36 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, teve alta de 0,6% e fechou em novo recorde de 3.591,69 pontos, seguindo a decisão do banco central de deixar a taxa de juro inalterada nos 6,5%.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, ganhou 0,5% e fechou aos 969,28 pontos, liderado por ganhos em blue chips.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, subiu 0,7% e fechou aos 1.472,19 pontos, parcialmente ajudado pela alta da DiGi.com; o sentimento do mercado, no entanto, permaneceu bastante negativo, com muitas ações de primeira linha sendo pressionadas por realizações de lucros. As informações são da Dow Jones .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.