Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Lucro do Santander no Brasil ultrapassará Espanha, diz Botín

Pela primeira vez em mais de 150 anos, lucro de instituição financeira espanhola virá de fora da matriz

iG São Paulo com agências |

Pela primeira vez desde que foi criado há mais de 150 anos, o Santander terá uma filial lucrando mais do que o ganho todo de sua matriz.

Em reunião com os acionistas, o presidente do banco espanhol, Emílio Botín, disse nesta sexta-feira que o Brasil vai representar 23% dos lucros globais do Santander enquanto a Espanha vai responder por 21% de todo o lucro da instituição financeira. Em 2009, a Espanha representava 21% e o Brasil, 20%.

Reuters
Agência do Santander: Brasil ultrapassará pela primeira vez desempenho da matriz de banco espanhol
"Está claro e temos insistido nisto que os menores lucros na Espanha serão inteiramente compensados pelo crescimento em outros mercados", disse Botín, que espera manter o mesmo nível de lucratividade do ano passado.

Em 2009, o Santander teve lucro de 8,93 bilhões de euros, alta de 0,7%. O Brasil contribuiu com lucro de R$ 5,5 bilhões, alta de 40%, e R$ 1,76 bilhão nos primeiros três meses deste ano.

Botín disse que o Brasil traz enormes oportunidades de crescimento futuro. "É um dos claros ganhadores da situação internacional atual", disse. "No primeiro semestre do ano, está se confirmando essa evolução de resultados muito positivos, que estão em linha de superar os objetivos que tinhamos planejado para esse exercício."

As ações do Santander acumulam perdas de 40% este ano, uma vez que os investidores as usam como reflexo das perspectivas espanholas. "Esse desempenho foi sem dúvida afetado pelas incertezas sobre a economia e o risco na Espanha que, em meu critério, ganhou proporções exageradas".

O Banco Santander foi criado em 1857 pela família Botín, mas era uma instituição regional de crédito na Espanha. Emílio Botín, que assumiu a instituição em 1986, transformou-se num dos maiores bancos do mundo.

Além da Espanha e do Brasil, o Santander tem grande participação nos mercados financeiros de Portugal, Alemanha, Reino Unido, México, Chile, Argentina e no nordeste dos Estados Unidos.

Leia tudo sobre: SantanderbancolucroBrasilEspanha

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG