Lucro do Banco Patagonia fica abaixo do esperado no 2o tri

BUENOS AIRES, 9 de agosto (Reuters) - O Banco Patagonia, uma das maiores instituições financeiras privadas da Argentina, anunciou nesta segunda-feira lucro de segundo trimestre menor que o esperado pelo mercado.

O banco divulgou lucro de 84,7 milhões de pesos (21,1 milhões de dólares) no período. O banco não apresentou base de comparação, mas um ano antes o resultado publicado foi de lucro de 121,5 milhões de pesos entre abril e junho, o que implicaria uma queda de 30,3 por cento este ano.

O lucro ficou abaixo das previsões do mercado. Analistas consultados pela Reuters previam, em média, que o banco apresentasse um ganho trimestral de 108,3 milhões de pesos.

O resultado acumulado no primeiro semestre de 2010 somou 183,7 milhões de pesos.

Até 30 de junho o banco registrava ativos de 10,185 bilhões de pesos, empréstimos de 5,163 bilhões de pesos e depósitos de 7,27 bilhões. O patrimônio líquido da entidade ficou em 1,813 bilhão de pesos.

Em abril o Banco do Brasil anunciou a compra de 51 por cento do Banco Patagonia por 479,6 milhões de dólares.

O Patagonia atende principalmente famílias e pequenas e médias empresas, possuindo cerca de 775 mil clientes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.