Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Juros futuros dão continuidade ao movimento de queda na BM&F

SÃO PAULO - O mercado de juros futuros dá continuidade ao movimento visto desde o início do mês e volta a registrar a redução dos prêmios de risco dos contratos de Depósitos Interfinanceiros (DIs) com prazos mais dilatados

Valor Online |

SÃO PAULO - O mercado de juros futuros dá continuidade ao movimento visto desde o início do mês e volta a registrar a redução dos prêmios de risco dos contratos de Depósitos Interfinanceiros (DIs) com prazos mais dilatados. Na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F), há pouco, o DI com vencimento em janeiro de 2013 recuava 0,02 ponto percentual, para 11,77%, enquanto o contrato do início de 2014 cedia 0,08 ponto, a 11,70%. O DI de abertura de 2015, por sua vez, caía 0,03 ponto, a 11,70%. Já entre os contratos com vencimento mais curtos, o DI de janeiro de 2011 mantinha o patamar de 10,65% e o do início de 2012 subia 0,03 ponto, a 11,42%. O mercado brasileiro segue o desempenho dos Treasuries nos Estados Unidos, em uma jornada de queda das bolsas. O economista-chefe da Interbolsa do Brasil, Julio Hegedus, assinala que os investidores adotam uma postura mais cautelosa nos negócios, diante dos números piores que o esperado do mercado de trabalho americano. O setor privado dos Estados Unidos eliminou 39 mil postos de trabalho entre agosto e setembro, em uma base ajustada sazonalmente. O dado faz parte de pesquisa da ADP, empresa que processa folhas de pagamento. Já na Europa, a agência de classificação de crédito Fitch reduziu o rating da Irlanda de "AA-" para "A+", por causa dos altos custos do socorro aos bancos do país e por causa das perspectivas econômicas incertas. A Fitch deixou aberta a possibilidade de novo rebaixamento no rating da Irlanda. "Os dados da ADP vieram bem aquém do esperado e geram certo mau humor no mercado, assim como a redução do rating da Irlanda. O mercado adota cautela diante desses indicadores", diz Hegedus. (Beatriz Cutait | Valor)

Leia tudo sobre: Finanças

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG