Tamanho do texto

Índice europeu de ações fecha praticamente estável; EUA pesam

LONDRES (Reuters) - As ações europeias fecharam estáveis nesta sexta-feira, depois da queda na confiança do consumidor dos EUA, compensando as indicações do presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke, de que mais estímulo está a caminho.

O índice FTSEurofirst 300, teve oscilação negativa de 0,04 por cento, para 1,084 pontos.

O índice de confiança do consumidores dos EUA inesperadamente caiu no início de outubro para seu nível mais fraco desde julho, com os planos de compras em declínio, mostrou uma pesquisa divulgada nesta sexta-feira.

"Os números da confiança do consumidor tiraram o brilho do mercado", disse Bob Parker, consultor sênior do Credit Suisse. "O mercado está tecnicamente esticado e estamos propensos a ter uma pausa nesses níveis."

O Carrefour, maior varejista da Europa, caiu 3,9 por cento depois de a companhia reduzir a previsão de lucro de 2010, devido a fracas vendas nos hipermercados franceses e apontou para problemas no Brasil, elevando as preocupações sobre a execução do seu plano de recuperação.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de 0,42 por cento, a 5.703 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX avançou 0,57 por cento, para 6.492 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,21 por cento, para 3.827 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib encerrou em baixa de 0,15 por cento, a 21.062 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou valorização de 0,17 por cento, para 10.868 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve recuo de 0,73 por cento, para 7.811 pontos.

(Reportagem de Brian Gorman)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.