Resultados da BP e do BG Group, que elevou suas estimativas para as reservas de petróleo no Brasil, ficaram acima das expectativas

As principais bolsas europeias subiram nesta terça-feira, quarta sessão seguida de altas, com o índice regional chegando ao maior nível em seis meses e as empresas de energia BP e BG Group subindo, após os lucros superarem estimativas.

O setor de energia também era reforçado por um dólar mais fraco, que ajudava a alta no preço do petróleo, antes da reunião do Federal Reserve e seu provável anúncio de mais afrouxamento quantitativo na quarta-feira.

O índice FTSEurofirst 300, que acompanha as principais empresas europeias, fechou em alta de 0,55 por cento, aos 1.093 pontos, maior nível desde o final de abril.

"Estamos vendo um fluxo firme de balanços positivos", disse Mark Bon, gestor de fundos na Canada Life, em Londres, acrescentando que outros fatores "puxaram o mercado para cima", como os dados da China e expectativa de bom período natalino para os varejistas.

"Há indecisão sobre o 'quantitative easing' na proporção que todos aguardam".

A britânica BG subiu 3,4 por cento após apresentar uma alta de 12 por cento no lucro líquido do terceiro trimestre, ante igual período de 2009, enquanto que a BP avançou 1,8 por cento depois que seu desempenho superou todas as expectativas.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 1,1 por cento, a 5.757 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,75 por cento, para 6.654 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,64 por cento, para 3.865 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 1,0 por cento, para 21.397 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 avançou 1,06 por cento, para 10.762 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 encerrou em ligeira alta de 0,07 por cento, para 8.126 pontos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.