Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Ibovespa perde os 70 mil pontos com pressão vendedora sobre Petrobras

SÃO PAULO - Mais uma vez, as ações da Petrobras se destacam no mercado acionário brasileiro

Valor Online |

. Nesta jornada, os papéis chegaram a despencar mais de 4%, mas já reduziram uma parte das perdas, embora mostrem um giro expressivo. Diante do movimento dos ativos e com os investidores também de olho no ambiente internacional, o Ibovespa segue no vermelho e abaixo dos 70 mil pontos. Por volta das 12h50, o Ibovespa recuava 1,05%, aos 69.758 pontos. O giro financeiro estava em R$ 3,507 bilhões. No mesmo horário, os papéis PN da Petrobras recuavam 2,70%, a R$ 25,16, com giro financeiro dee R$ 916,1 milhões, enquanto as ações ON cediam 3,73%, a R$ 28,09, com volume negociado de R$ 201,4 milhões. Circulam no mercado comentários de que será publicada uma matéria negativa envolvendo a Petrobras e membros do Partido dos Trabalhadores (PT). O gerente de renda variável da Modal Asset, Eduardo Roche, assinala que os rumores geraram um efeito manada no mercado, com a eleveção da pressão para vender os papéis da estatal. De toda forma, o cenário externo também não ajuda, já que os investidores adotam certa cautela nos negócios, à espera dos dados do mercado de trabalho americano, que serão divulgados amanhã. Nos últimos dias, as ações da Petrobras foram pressionadas por relatórios divulgados por instituições como Itaú, Barclays e Morgan Stanley, que revisaram suas recomendações para as ações da estatal e ajustaram para baixo seus preços-alvo. "As ações da Petrobras têm tido um desempenho ruim desde o fim da oferta, com um rearranjo de posições. Os relatórios divulgados são ambíguos, já que, apesar do rebaixamento de recomendações, os papéis ainda têm um potencial de valorização significativo", diz o analista da Socopa Osmar Camillo. Ele ainda nota que as vendas das ações da estatal são potencializadas, em função dos níveis de suporte atingidos. A maior parte dos papéis do Ibovespa opera em baixa. Além de Petrobras, os destaques estavam, há pouco, com Brasil Foods ON (-2,59%, a R$ 25,50), PDG Realty ON (-2,61%, a R$ 21,26) e Usiminas ON (-2,67%, a R$ 25,50). Além disso, Vale PNA declinava 0,18%, a R$ 47,35, com giro de R$ 438,2 milhões, e OGX Petróleo ON perdia 0,13%, a R$ 23,00, com volume negociado de R$ 134,6 milhões. Na direção oposta, as maiores valorizações do índice partiam de NET PN (3,41%, a R$ 22,70), das units do Santander Brasil (1,32%, a R$ 24,44) e das ações ON da Light (1,27%, a R$ 22,23). Em Wall Street, há instantes, o índice Dow Jones tinha baixa de 0,27%, o S&P 500 caía 0,29% e o Nasdaq subia 0,03%. (Beatriz Cutait | Valor)

Leia tudo sobre: Finanças

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG