Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Highbridge Gávea tem objetivo de ampliar atuação nos emergentes

Gestora de recursos é resultado da compra de 55% da Gávea Investimentos pelo banco JP Morgan

iG São Paulo |

A empresa de gestão de ativos Highbridge, detida pelo braço de adminstração de recursos do banco norte-americano JP Morgan, anunciou nesta quarta-feira a compra de participação majoritária na brasileira Gávea Investimentos. Fundada por Arminío Fraga, ex-presidente do Banco Central, em 2003, a Gávea é uma das líderes de segmento no Brasil, com aproximadamente US$ 6 bilhões (R$ 10 bilhões) de ativos sob gestão.

A JP Morgan Asset Management vai adquirir 55% da Gávea Investimentos, informou a empresa brasileira. Em relação ao valor do negócio, a companhia disse que a decisão foi de não anunciar neste momento. Segundo o jornal "Valor Econômico", serão US$ 270 milhões (cerca de R$ 460 milhões). A transação está sujeita à satisfação das condições de documentação e “deverá ser concluída em breve”, de acordo com o comunicado.

Agência Brasil
Armínio Fraga, fundador da Gávea Investimentos
O nome da empresa resultante do negócio será Highbridge Gávea, que nascerá com o objetivo de expandir a presença do banco de investimentos norte-americano no Brasil e em outros países emergentes, segundo declarações executivos das empresas.

Mary Erdoes Callahan, presidente da JP Morgan Asset Management, afirma que a negociação é resultado de um longo período de “namoro”. “A parceria com a Gávea oferece aos nossos clientes uma combinação ideal de especialização em mercados emergentes com a plataforma global do JP Morgan Asset Management.”

A expectativa de Armínio Fraga é que a Highbridge Gávea tenha presença fortalecida no segmento de gestão de ativos no Brasil. "Acreditamos que essa transação cria uma das parcerias mais fortes na indústria, e estamos muito satisfeitos em fazer parte Highbridge e JP Morgan Asset Management”, afirmou em comunicado.

"A Gávea irá fornecer à Highbridge uma maior visão macroeconômica e uma exposição direta para investimentos no Brasil, o que será uma poderosa soma à nossa capacidade de investimento”, acrescentou Glenn Dubin, diretor-presidente da Highbrigde.

Equipe da Gávea no comando

Em relação à gestão da Highbridge Gávea, as empresas afirmam que as atividades do dia-a-dia continuarão a ser geridas pela equipe executiva da Gávea. Isso inclui Armínio Fraga, Luiz Fraga, co-fundador e co-presidente de tecnolocia de private equity, Gabriel Srour, co-presidente de tecnologia dos fundos de hedge, Chris Meyn, chefe de administração de portfolio de private equity, e Amaury Bier, diretor executivo. Marcelo Stallone vai manter seu papel no negócio de gestão de recursos.

Armínio e Luiz Fraga serão também parte do Conselho de Administração e Executivo da Highbridge, e Armínio Fraga, vai se juntar ao Comitê de Investimentos da Highbridge.

Jes Staley, diretor-presidente do banco de investimentos JP Morgan, afirmou que a parceria “pode trazer ainda mais valor aos seus clientes globais." Já o presidente do JP Morgan Brasil, Claudio Berquó, destacou a importância da aquisição para “acelerar nossos planos de expansão no Brasil e na região.”

A Highbridge Capital Management é uma empresa global de gestão de ativos alternativos fundada em 1992. Em 2004, foi comprada pela JP Morgan Asset Management. A empresa possui em plataforma de investimentos fundos de hedge, produtos tradicionais de gestão de ativos e dívidas, investimentos em private equity. A empresa possui mais de 350 funcionários e administra aproximadamente US$ 21 bilhões de investidores institucionais, fundos de pensão públicos e corporativos, doações, fundações e famílias. A empresa está sediada em Nova York com escritórios em Londres, Hong Kong e Tóquio.
 

Leia tudo sobre: Gávea InvestimentosJP MorganArmínio Fraga

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG