Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Fala de dirigente do Fed traz preocupação e pesa sobre as bolsas

SÃO PAULO - Uma declaração feita por um dirigente do Federal Reserve (Fed), o banco central americano, está pesando sobre a trajetória dos mercados acionários neste pregão. No início da tarde, após a fala do presidente do Fed de Saint Louis, James Bullard, as bolsas dos Estados Unidos inverteram o rumo e passaram a recuar e, no Brasil, o Ibovespa seguiu o movimento e zerou os ganhos no pregão. As notícias corporativas domésticas, entretanto, dão certo fôlego para a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), que ainda se descola de Wall Street. Bullard afirmou hoje que o Fed poderá reativar o programa usado durante a fase aguda da crise mundial para compra de títulos do governo, caso o país caminhe para uma deflação. O dirigente avalia que a fraqueza da economia acentua o risco de os Estados Unidos sofrerem uma pressão deflacionária, semelhante à ocorrida no Japão. Por volta das 14h40, o Ibovespa, que já marcou 67.428 pontos na máxima do dia, registrava leve alta de 0,04%, aos 66.

Valor Online |

SÃO PAULO - Uma declaração feita por um dirigente do Federal Reserve (Fed), o banco central americano, está pesando sobre a trajetória dos mercados acionários neste pregão. No início da tarde, após a fala do presidente do Fed de Saint Louis, James Bullard, as bolsas dos Estados Unidos inverteram o rumo e passaram a recuar e, no Brasil, o Ibovespa seguiu o movimento e zerou os ganhos no pregão. As notícias corporativas domésticas, entretanto, dão certo fôlego para a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), que ainda se descola de Wall Street. Bullard afirmou hoje que o Fed poderá reativar o programa usado durante a fase aguda da crise mundial para compra de títulos do governo, caso o país caminhe para uma deflação. O dirigente avalia que a fraqueza da economia acentua o risco de os Estados Unidos sofrerem uma pressão deflacionária, semelhante à ocorrida no Japão. Por volta das 14h40, o Ibovespa, que já marcou 67.428 pontos na máxima do dia, registrava leve alta de 0,04%, aos 66.831 pontos. O volume financeiro negociado estava em R$ 3,351 bilhões. Vale lembrar que o índice subiu mais de 7% nos últimos oito pregões. Em Wall Street, minutos atrás, o índice Dow Jones tinha desvalorização de 0,21%, enquanto o Nasdaq se depreciava em 0,64% e o S & P 500 apurava perda de 0,42%. O operador da SLW Corretora, Marcelo Moura, assinala que o mercado expressou preocupação com a fala de Bullard, principalmente diante da divulgação da primeira prévia do PIB do segundo trimestre dos Estados Unidos amanhã. Em sua avaliação, entretanto, o mercado brasileiro ainda consegue manter certo distanciamento do americano, em função da entrada do investidor estrangeiro, além da alta dos papéis da Vale. No mês, até o dia 27, o fluxo direto do não residente na Bovespa estava positivo em R$ 2,907 bilhões. No cenário corporativo, a Vale divulga hoje, após o fechamento do mercado, o balanço do segundo trimestre. Além disso, a companhia anunciou que fará uma oferta pública voluntária (OPA) para a aquisição de até 100% das ações ordinárias da Paranapanema. Se todos os acionistas da produtora de cobre aderirem à proposta, a Vale vai desembolsar cerca de R$ 2,01 bilhões no negócio. Há pouco, as ações PNA da mineradora subiam 0,54%, a R$ 42,73, enquanto os papéis PN da Petrobras caíam 0,25%, a R$ 27,73. Entre as maiores altas do Ibovespa figuravam as ações Lojas Renner ON (3,69%, a R$ 54,43), Natura ON (3,16%, a R$ 44,05) e MMX ON (2,46%, a R$ 11,63). Na ponta oposta, os papéis da Telemar continuam a apanhar. Enquanto as ações PN caíam 5,48%, a R$ 25,68, os papéis ON recuavam 8,57%, a R$ 32,18. Já as ações PNA da Telemar Norte Leste perdiam 6,06%, a R$ 45,10. A Portugal Telecom (PT) anunciou ontem a entrada no grupo Oi e os investidores seguem preocupados, entre outros fatores, com o risco de diluição dos acionistas minoritários com a proposta de aumento de capital de R$ 12 bilhões para a Tele Norte Leste Participações e para a Telemar Norte Leste. (Beatriz Cutait | Valor)

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG