Tamanho do texto

SÃO PAULO - No sexto dia seguido de valorização, período em que acumulou alta de 4,96%, o dólar se aproximou da cotação de R$ 1,90. Dados preliminares apontam que, com mínima de R$ 1,853 e máxima de R$ 1,899, o dólar comercial avançou 1,25%, cotado a R$ 1,859 na compra e a R$ 1,861 na venda. Esta é a maior cotação desde o dia 8 de fevereiro (R$ 1,874) e a sequência de seis altas seguidas não era vista desde a terceira semana de janeiro, quando a divisa americana subiu ao longo de nove jornadas. Ontem, a moeda americana havia registrado valorização de 0,87%, para R$ 1,838 na venda. No mês, o dólar já subiu 7,08%.

SÃO PAULO - No sexto dia seguido de valorização, período em que acumulou alta de 4,96%, o dólar se aproximou da cotação de R$ 1,90. Dados preliminares apontam que, com mínima de R$ 1,853 e máxima de R$ 1,899, o dólar comercial avançou 1,25%, cotado a R$ 1,859 na compra e a R$ 1,861 na venda. Esta é a maior cotação desde o dia 8 de fevereiro (R$ 1,874) e a sequência de seis altas seguidas não era vista desde a terceira semana de janeiro, quando a divisa americana subiu ao longo de nove jornadas. Ontem, a moeda americana havia registrado valorização de 0,87%, para R$ 1,838 na venda. No mês, o dólar já subiu 7,08%. (Beatriz Cutait | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.