SÃO PAULO - Os vendedores seguem firmes no mercado de câmbio local, segurando do dólar abaixo de R$ 1,80. Com isso, a moeda caminha para fechar junho com baixa de 1,37%.

SÃO PAULO - Os vendedores seguem firmes no mercado de câmbio local, segurando do dólar abaixo de R$ 1,80. Com isso, a moeda caminha para fechar junho com baixa de 1,37%. Já no trimestre o ganho é de 0,84%. Por volta das 14h40, o dólar comercial apresentava queda de 0,82%, a R$ 1,794 na compra e R$ 1,796 na venda. No mercado futuro, o dólar com vencimento em julho, negociado na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), apontava desvalorização de 0,66%, a R$ 1,80. Esse contrato expira hoje e a referência passa a ser o dólar para agosto, que já concentra a liquidez e registrava baixa de 1,22%, a R$ 1,8075. No câmbio externo, o euro também passa por recuperação e retoma a linha de US$ 1,22. Nas bolsas a retomada não é tão firme. Em Wall Street, o Dow Jones reduziu os ganhos do dia para 0,10%. Por aqui, o Ibovespa está um pouco mais firme, ganhando 0,45%. De volta ao mercado local, o Banco Central mostrou os dados sobre o fluxo cambial na semana encerrada dia 25 de junho. O resultado no período foi negativo em US$ 1,09 bilhão, reflexo de entrada comercial de US$ 303 milhões e saída financeira de US$ 1,39 bilhão. Ainda na semana, o Banco Central tirou de circulação US$ 373 milhões com os leilões no mercado à vista. Com isso, o saldo líquido da semana foi negativo em US$ 1,46 bilhão. (Eduardo Campos | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.