Tamanho do texto

SÃO PAULO - A moeda americana registra leve queda tanto ante o real quanto em relação ao euro, no início dos negócios desta quinta-feira. Por volta das 10h20, o dólar comercial tinha queda de 0,17% ante o real, cotado a R$ 1,753 na compra e a R$ 1,755 na venda. No mercado futuro, o contrato de setembro negociado na BM & F subia 0,11%, cotado a R$ 1,765. Já o euro tinha um ganho de 0,17% ante o dólar, cotado a US$ 1,3191.

SÃO PAULO - A moeda americana registra leve queda tanto ante o real quanto em relação ao euro, no início dos negócios desta quinta-feira. Por volta das 10h20, o dólar comercial tinha queda de 0,17% ante o real, cotado a R$ 1,753 na compra e a R$ 1,755 na venda. No mercado futuro, o contrato de setembro negociado na BM & F subia 0,11%, cotado a R$ 1,765. Já o euro tinha um ganho de 0,17% ante o dólar, cotado a US$ 1,3191. Os investidores repercutem hoje a notícia de que os novos pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos tiveram um aumento de 19 mil na semana encerrada em 31 de julho, em relação à leitura anterior, elevando o total para 479 mil, segundo o Departamento do Trabalho americano. O resultado ficou acima da projeção de analistas, que aguardavam queda no número de pedidos iniciais do benefício. Para o economista-chefe da Austin Rating, Alex Agostini, a trajetória de valorização de outras moedas frente ao dólar é um processo, que vem ocorrendo por conta da atual fragilidade da economia americana. "A tendência é o dinheiro migrar dos EUA a outras economias, porque o investidor precisa rentabilizar seu capital", explicou. Na opinião de Agostini, a tendência, no segundo semestre, é o real se valorizar ante o dólar, se a economia americana seguir dando sinais de uma recuperação mais lenta. (Karin Sato | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.