Tamanho do texto

SÃO PAULO - As vendas no mercado de câmbio local perderam um pouco de força, mas continuam dominando o pregão. Depois de fazer mínima a R$ 1,831, por volta das 14h15, o dólar comercial valia R$ 1,851 na compra e R$ 1,853 na venda, ainda assim queda de 0,80%. No mercado futuro, o dólar com vencimento para junho, negociado na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), caía 1,04%, a R$ 1,854. Já no câmbio externo, o euro não reage e segue perdendo cerca de 1% contra o dólar para a casa de US$ 1,22. Nas bolsas, as compras prosseguem embora com menor força. O Ibovespa subia 1,6%, depois de ganhar mais de 2,5%.

SÃO PAULO - As vendas no mercado de câmbio local perderam um pouco de força, mas continuam dominando o pregão. Depois de fazer mínima a R$ 1,831, por volta das 14h15, o dólar comercial valia R$ 1,851 na compra e R$ 1,853 na venda, ainda assim queda de 0,80%. No mercado futuro, o dólar com vencimento para junho, negociado na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), caía 1,04%, a R$ 1,854. Já no câmbio externo, o euro não reage e segue perdendo cerca de 1% contra o dólar para a casa de US$ 1,22. Nas bolsas, as compras prosseguem embora com menor força. O Ibovespa subia 1,6%, depois de ganhar mais de 2,5%. E nos Estados Unidos, o Dow Jones reduziu a alta a 0,70%. A retomada de preços dos ativos de risco acorre em meio à menor preocupação com a Europa e com o crescente número de análises dando conta de que um embate entre as Coreias é pouco provável. (Eduardo Campos | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.