Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Dólar recua, mas ainda vale mais de R$ 1,80

SÃO PAULO -O movimento de venda segue pelo segundo dia no mercado de câmbio, acompanhando a retomada das compras nas bolsas e commodities que tinham perdido força ao final do pregão de ontem. Por volta das 9h40, o dólar comercial apresentava queda de 0,16%, a R$ 1,803 na compra e R$ 1,805 na venda. Na mínima até o momento a moeda saiu a R$ 1,794.

Valor Online |

SÃO PAULO -O movimento de venda segue pelo segundo dia no mercado de câmbio, acompanhando a retomada das compras nas bolsas e commodities que tinham perdido força ao final do pregão de ontem. Por volta das 9h40, o dólar comercial apresentava queda de 0,16%, a R$ 1,803 na compra e R$ 1,805 na venda. Na mínima até o momento a moeda saiu a R$ 1,794. Já no mercado futuro, o dólar com vencimento em julho, negociado na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), apontava desvalorização de 0,57%, a R$ 1,808. Nas bolsas, que perderam fôlego, ontem, após o rebaixamento da Grécia, o pregão deve ser de retomado, conforme os índices futuros operam em alta aqui e em Nova York. No câmbio externo, o euro ganha valor do dólar e é negociado acima da linha de US$ 1,22. Voltando ao câmbio local, pelo terceiro dia seguido os bancos reduziram sua apostas em favor do real. Conforme o preço da moeda americana cai, as instituições realizam lucro das posições vendidas. No pregão de ontem, a movimentação foi tímida, US$ 190 milhões, e o estoque ainda estava em US$ 6,09 bilhões. Já os estrangeiros, reduzem o tamanho da aposta pró-dólar. Ontem, eles venderam US$ 324 milhões, mas ainda carregam uma posição comprada de US$ 4,06 bilhões. De forma simplificada, os bancos ganham quando o real sobe e os estrangeiros ganham quando o dólar se valoriza. (Eduardo Campos | Valor)

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG