Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Dólar opera em queda nesta sexta-feira

O dólar comercial opera em queda nesta sexta-feira. Às 10h22, a moeda caía 0,39%, cotada a R$ 1,763 na venda. Ontem, a moeda norte-americana encerrou as negociações em baixa, pelo terceiro pregão consecutivo e terminou no menor patamar desde o dia 18 de janeiro. A moeda norte-americana fechou cotada a R$ 1,770 para venda, em desvalorização de 0,11% frente ao real.

iG São Paulo |

 

Na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F), o dólar com liquidação à vista abriu as negociações em queda de 0,54%, a R$ 1,76.

O resultado recorde da produção industrial nos 16 países que utilizam o euro impulsiona a valorização do dólar e, indiretamente, beneficia as moedas de maior risco, como o real. Este fator soma-se à expectativa de que o fluxo cambial para o Brasil continue positivo.

A falta de notícias de destaque na agenda interna de hoje deixa os investidores de olho no cenário internacional e no fluxo de recursos. Ontem, depois de dois dias de abundância de recursos estrangeiros, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) encerrou o dia com transações pouco superiores a R$ 5 bilhões. Ainda assim, é possível que a compra e a venda de ações mexam com a cotação do dólar, já que a movimentação recente foi alta.

No exterior, a Europa começou o dia com informações favoráveis. A produção industrial da zona do euro subiu 1,7% em janeiro ante dezembro, no mais forte aumento mensal desde o início da série, em 1990. Em comparação com janeiro do ano passado, a produção cresceu 1,4%, numa importante mudança em relação a dezembro, que apontou queda de 4,1%.

Resta saber se os indicadores norte-americanos vão colaborar com o ambiente positivo que prevalece no exterior. Serão divulgados hoje dados importantes de vendas no varejo, sentimento do consumidor e estoques das empresas.

Mercados asiáticos

A maioria dos mercados da Ásia encerrou no campo negativo. As expectativas da adoção de medidas de aperto monetário por parte da China, após a alta acima das expectativas da inflação de fevereiro, dominaram o cenário nas bolsas da região nesta sexta-feira.

(*Com informações da Agência Estado)

Leia mais sobre: mercados    

Leia tudo sobre: câmbiodolarmercados

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG