Publicidade
Publicidade - Super banner
Mercados
enhanced by Google
 

Dólar futuro segue em baixa e vale R$ 1,788

SÃO PAULO - A formação da taxa de câmbio segue descolada das bolsas e das commodities, que perdem valor por mais um pregão. Ao que parece, segue válida a lógica que pauto os negócios ontem, de desvalorização global do dólar em função dos sinais e menor ritmo de recuperação da economia americana.

Valor Online |

No câmbio local, os negócios no mercado à vista só retornam às 14h30. Mas no mercado futuro os negócios não pararam em função do que se confirmou como último jogo do Brasil na Copa do Mundo. Por volta das 13h40, O dólar com vencimento em agosto, negociado na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), apresentava queda de 0,72%, a R$ 1,788. Na mínima, o contrato saiu a US$ 1,779. No câmbio externo, o euro marca mais um dia de alta contra o dólar, sustentando a linha de US$ 1,25. Na máxima chegou a valer mais de US$ 1,26. Na agenda do dia, o Departamento de Trabalho dos Estados Unidos mostrou que foram perdidos 125 mil postos de trabalho em junho, resultado dentro das estimativas. Já a taxa de desemprego caiu de 9,7% para 9,5%, captando a redução na força de trabalho. Ainda nos EUA, o Departamento de Comércio mostrou que as encomendas à indústria caíram 1,4% no mês de maio, queda superior às previsões. Em Wall Street, os índices acionários chegaram a operar em alta, mas, há pouco, o Dow Jones já perdia 0,83% e o S & P 500 recuava 0,70%. Por aqui, o Ibovespa apontava queda de 0,29%. No mercado de commodities, o barril de WTI perdia mais de 1%, operando na linha dos US$ 72,00. (Eduardo Campos | Valor)

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG