Moeda norte-americana fechou a R$ 1,667; na bolsa, ações da Petrobras contribuem para os ganhos

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em alta 1,27%, com o Ibovespa - principal índice da Bolsa - aos 70.808 pontos nesta sexta-feira, depois de dois pregões de queda. A Petrobras, que vinha pressionado o mercado acionário brasileiro, também fechou em terreno positivo. O volume financeiro do Ibovespa nesta jornada atingiu R$ 6,751 bilhões. Na semana, o índice subiu 0,82% e, no mês, já avança 1,99%.

Os papéis preferenciais da Petrobras fecharam em alta de 2,77%, a R$ 26,00, enquanto as ações ordinárias tinham alta de 2,44%, a R$ 29,00. Juntos, movimentaram 17% do total do volume dos negócios da Bolsa. Nos quatro últimos dias, a estatal caiu cerca de 7,5% na Bolsa, principalmente em uma reação dos investidores após recomendações negativas de analistas para a empresa.

Por outro lado, com peso de cerca de 15% no índice, as ações preferenciais da Vale caíram 0,40%, para R$ 47,30, enquanto as ordinárias recuaram 0,34%, para R$ 53,30.

No mercado cambial, o dólar caiu mais de 1% e fechou a R$ 1,667, menor preço do ano. A moeda chegou a operar em alta e foi a R$ 1,693 na máxima, mas as vendas se acentuaram no período da tarde e o dólar comercial terminou o dia com baixa de 1,12%, a R$ 1,667 na venda. Na semana, a moeda caiu 0,83%, e já está 1,48% mais barata agora em outubro.

Na agenda desta sexta-feira, destaque para os dados do mercado de trabalho norte-americano. Em setembro o número foi negativo, mas a percepção dos investidores é positiva, a medida que aumentou a expectativa de novas ações para estimular a economia, a serem adotadas pelo Fed (Federal Reserve, o banco central do país).

A instituição se reúne no início de novembro para definir o próximo rumo da política monetária.

Dow Jones ultrapassa 11 mil pontos

Nos Estados Unidos, o índice Dow Jones ultrapassou os 11 mil pontos pela primeira vez em cinco meses, após os dados de emprego piores do que o esperado gerarem expectativas de que o governo tome novas medidas de estímulo à economia.

As bolsas asiáticas encerraram a semana sem direção definida, com os investidores atentos à nova temporada de balanços. O destaque desta sexta-feira ficou com a bolsa de Xangai, que na volta de um feriado de uma semana disparou 3,13%, com o índice Shanghai Composite marcando 2.738,74 pontos.

Na Europa , as bolsas fecharam de lado nesta sexta-feira, influenciadas pelo aumento de desemprego nos Estados Unidos.

(Com agências)

    Leia tudo sobre: bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.